Gerai

O Chapéu de Palha Mulher tem o objetivo de apoiar a superação das desigualdades históricas de gênero, gerando oportunidades de participação ativa, contínua e democrática, como também atua na perspectiva de promover o fortalecimento sociopolítico e o empoderamento das mulheres, em uma articulação permanente com os movimentos sociais rurais e com organizações sociais de mulheres e feministas. Ele atua junto às trabalhadoras vinculadas a atividades sazonais, como o corte da cana de açúcar, na Zona Canavieira; a fruticultura irrigada, no Vale do São Francisco; e a pesca artesanal, no litoral e no interior do estado.

As ações são realizadas anualmente por meio da oferta cursos de formação sociopolítica, com ênfase em gênero, raça, etnia, classe; direitos básicos: saúde, educação, habitação; enfrentamento da violência de gênero contra as mulheres; entre outros temas relevantes ao processo de empoderamento; além de cursos de qualificação profissional voltados para a promoção da autonomia produtiva e econômica das mulheres.

Para ser contemplada pelo Chapéu de Palha, a trabalhadora rural ou pescadora artesanal precisa ter mais de 18 anos e trabalhar em Usinas de Cana de Açúcar (Zona Canavieira), em Fazendas de Fruta (Vale do São Francisco); ou ser pescadora artesanal, comprovando através da rescisão do contrato de trabalho ou por meio da carteira de pescadora, além de morar em um dos municípios contemplados pelo Programa.

MAIS INFORMAÇÕES:

Série Histórica do Chapéu de Palha Mulher

Sistematização Chapéu de Palha Mulher